O QUE É PRECISO SABER SOBRE A SÍNDROME DE BURNOUT?

O QUE É PRECISO SABER SOBRE A SÍNDROME DE BURNOUT?

 

Texto produzido por: Francine Gonchoroski – Psicóloga

Josiane Brochier – estudante de Psicologia

 

O termo burnout, de origem inglesa, tem como significado algo que deixou de funcionar por exaustão de energia.

A execução do trabalho poderia ser percebida inicialmente prazerosa, no entanto, em muitas circunstâncias ainda é sentida como sacrifício e desencadeadora de sofrimento e adoecimento; não pelo trabalho em si, mas pelo clima organizacional e emocional existente no ambiente de trabalho.

A síndrome se trata de um conceito amplo que envolve três competências: exaustão emocional definida como o esgotamento de recursos emocionais para lidar com situações do dia a dia; despersonalização que envolve sentimentos negativos ou bloqueios dos sentimentos em relação às pessoas que entram em contato com o profissional; e falta de realização pessoal que é a incapacidade do trabalhador ver sua atividade de uma forma positiva.

O desgaste no humor e a desmotivação juntamente com outros sintomas físicos e psíquicos fazem com que o trabalhador perca o sentido da sua relação com o trabalho e com que as coisas já não tenham mais importância, tornando qualquer esforço inútil.

Síndrome de Burnout constitui um dos grandes problemas psicossociais da atualidade, pois o homem moderno, em detrimento do ritmo intenso de trabalho, tem cada vez menos tempo para realizar atividades prazerosas, como lazer e estar na companhia da família. Com isso, sobressai o estresse e, consequentemente, o homem chega ao nível crítico de esgotamento.